WILL MABBITT - · PDF fileO Ato que sela o trato! O Ato que a ... Um lobo com chapéu de...

Click here to load reader

  • date post

    23-Jul-2018
  • Category

    Documents

  • view

    212
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of WILL MABBITT - · PDF fileO Ato que sela o trato! O Ato que a ... Um lobo com chapéu de...

  • WILL MABBITT

    Ilustrado por ROSS COLLINS

    Traduzido porPAULA MARCONI DE LIMA

    As IMPROVVEIS

    AVENTURAS de

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 3 3/30/16 3:08 PM

  • Copyright do texto 2015 by Will MabbittCopyright das ilustraes 2015 by Ross Collins

    Edio original em ingls primeiramente publicada por Penguin Books Ltd, Londres

    Grafia atualizada segundo o Acordo Ortogrfico da Lngua Portuguesa de 1990, que entrou em vigor no Brasil em 2009.

    Ttulo originalthe unlikely adventures of mabel jones

    Preparaofabricio waltrick

    Revisoluciana baraldiarlete sousa

    Tratamento de imagemm gallego studio de artes grficas

    Composioyumi saneshigue

    [2016]Todos os direitos desta edio reservados editora schwarcz s.a.Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 3204532-002 So Paulo spTelefone: (11) 3707-3500Fax: (11) 3707-3501www.companhiadasletrinhas.com.brwww.blogdacompanhia.com.br

    Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (cip)(Cmara Brasileira do Livro, sp, Brasil)

    Mabbitt, WillAs improvveis aventuras de Mabel Jones / Will Mabbitt ;

    ilustrado por Ross Collins ; traduzido por Paula Marconi de Lima. 1a ed. So Paulo : Companhia das Le tri nhas, 2016.

    Ttulo original: The Unlikely Adventures of Mabel Jones.isbn 978-85-7406-702-5

    1. Fico Literatura infantojuvenil. i. Collins, Ross.ii. Ttulo

    16-00037 cdd-028.5

    ndices para catlogo sistemtico:1. Fico : Literatura infantil 028.52. Fico : Literatura infantojuvenil 028.5

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 4 3/30/16 3:08 PM

  • SUMRIO

    Ma p a 10

    1. O s e q u e s t r O 13

    2. Os p i r a t a s 25

    3. O pa u d e se b O d a MO r t e Ce r t e i r a 39

    4. a l i s t a 49

    5. a ta v e r n a d a la g O s t a Ca d a v r i C a 65

    6. uM a t e M p e s t a d e e u M a s e n h O r a t r a i O r e p u g n a n t e 90

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 7 3/30/16 3:08 PM

  • 7. aq u e l a s e n s a O d e a f u n d a r 105

    8. a g O t e i r a i M p l a C v e l 110

    9. Ma b e l e s C a p a d a g O t e i r a i M p l a C v e l 111

    10. ar r O t O d e b a l e i a 120

    11. O M e l h O r d O s M e l h O r e s l a d r e s d e t O d O s O s t e M p O s 134

    12. uM a M i g O e M a p u r O s 142

    13. uM d e s t i n O p i O r q u e u M d e s t i n O p i O r q u e a M O r t e 148

    14. pr i n C e s a Ma b e l JO n e s 157

    15. uM a M O z i n h a 163

    16. s r i O, O M e l h O r d O s M e l h O r e s l a d r e s d e t O d O s O s t e M p O s 167

    17. a p e r n a d O C a p i t O 172

    18. tr u q u e d a O v e l h a 185

    19. in d O p a r a O b u r a C O 192

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 8 3/30/16 3:08 PM

  • 20. se g r e d O s d a C a t a C u M b a 202

    21. pe s C a n d O 214

    22. pa s s a g e M C O M p l i C a d a 230

    23. Ca s a 241

    24. fO r M a s f a n t a s M a g r i C a s 247

    25. O C a M p a n r i O d O s M O r t O s 251

    26. in f e r n O e M a s C e n d n C i a 262

    27. O t i n i d O t e r r v e l 267

    28. as C O n s e q u n C i a s d O t i n i d O t e r r v e l 268

    29. a balada ressOante 284

    30. reperCusses da balada ressOante 285

    31. a v i n g a n a d O C O n d e 292

    ep l O g O 299

    ag r a d e C i M e n t O s 302

    sOb r e O au tOr 3 03

    sOb r e O i lust rad Or 3 03

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 9 3/30/16 3:08 PM

  • 13

    1O SEQUESTRO

    M abel Jones foi acordada por um silncio repentino!Ela se sentou na cama.

    Que barulho no foi esse?, pensou.

    A cidade l fora estava estranhamente calada.

    Os vizinhos no ouviam a tev.

    Os carros no estavam subindo e descendo a rua

    movimentada.

    At os ratos que sempre corriam debaixo do assoalho

    respeitaram o misterioso silncio. Um silncio muito

    suspeito

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 13 3/30/16 3:08 PM

  • 14

    as iMprOvveis aventuras de Mabel JOnes

    Mabel escutava com muito cuidado, mas, mesmo

    de olhos bem fechados, ela no conseguia ouvir de

    onde vinha o silncio.

    Mal sabia ela que a fonte do silncio se esgueirava pela portinha para gatos com um sabre entre os dentes

    pisando na ponta dos dedos pela sala, deixando

    pegadas molhadas no carpete

    subindo as escadas sorrateiramente, pausando por

    um segundo antes de se estremecer de medo diante de uma foto da bisav de Mabel

    abaixando-se do lado de fora do

    quarto de Mabel com um grande saco

    feito sob medida para o

    tamanho de uma criana

    e, naquele exato momento,

    abrindo a porta, pronta

    para

    PARE! ESPERE!

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 14 3/30/16 3:08 PM

  • O sequestrO

    15

    Antes de testemunharmos a cena aterrorizante em

    que a jovem Mabel Jones ensacada com destreza na

    calada da noite, acho que j est na hora de revelar

    a identidade da criatura que invadiu a casa dela de

    maneira to ensurdecedoramente silenciosa.

    Vamos jogar uma luz na escurido e revelar quem

    a furtiva fera que espreita no canto.

    Quem voc, criatura? E qual a desse saco?

    Os bigodes da criatura se contraem ligeiros.

    Um tufo de pelos que cresceu na direo errada no

    topo da cabea dela ajeitado de maneira ansiosa por

    uma pata recm-lambida.

    Uma pausa e ento ela nos encara com seus olhos

    redondos enormes e pisca nervosamente, sussurrando:

    Eu? Eu ser Silencius Abominus.Ele fala!

    E a qual espcie voc pertence? Eu ser um lris silencioso.

    Uma raa covarde: quieta como um amendoim

    e sorrateira como uma formiga no aucareiro.

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 15 3/30/16 3:08 PM

  • as iMprOvveis aventuras de Mabel JOnes

    O que o traz ao quarto da pobre, desafortunada Mabel Jones?

    Eu ser o ensacador a bordo do

    Verme Selvagem!Ensacador? O ensacador que ensaca crianas! Eu tenho os dedos

    certos para dar os ns certos, que mantm o almofadinha

    ensacado se contorcendo aqui dentro, bem preso.

    No a jovem Mabel Jones, certamente? Ela executou o Ato sagrado. O Ato que sela

    o trato! O Ato que a obriga a prestar servios para o capito para o resto da vida a bordo do Verme Selvagem.

    A criatura se inclina mais para perto e sussurra:

    O Ato que mostra que h um pirata em desenvolvimento.

    Ela no faria.No o Ato... Ela fez! Ela fez! Ns

    vimos pelo telescpio

    do capito!

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 16 3/30/16 3:08 PM

  • O sequestrO

    17

    Minha nossa! O Ato foi executado!O que foi, leitor? Voc no sabe de qual Ato estamos

    falando?

    Claro que no, que falha da minha parte. Voc

    provavelmente no passou anos a bordo de um navio

    pirata. Voc provavelmente nem sequer se sentou em

    volta de uma fogueira numa praia tropical, comendo

    os ltimos pedaos de um papagaio recm-assado. E

    voc tambm no ouviu, depois que o rum acabou,

    a conversa se transformar em histrias sussurradas

    a respeito de crianas infelizes, recrutadas para a vida

    de pirata aps terem executado o Ato , sem nem terem se dado conta disso!

    Ento, vamos voltar uma hora no tempo, para

    o convs do navio pirata

    onde se encontra o capito Idryss

    Ebenezer Split.

    Split um lobo.

    Verme Selvagem,

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 17 3/30/16 3:08 PM

  • O sequestrO

    19

    Um lobo com chapu de pirata e uma perna

    falsa esculpida em um fmur humano. Ele leva

    um sabre enferrujado pendurado no cinto e uma

    pistola carregada escondida na cueca, sem temer as

    consequncias! Seu olho esquerdo no existe h um

    bom tempo foi arrancado de sua cara por um fogo

    de artifcio desgovernado. O olho direito est colado

    a um telescpio. O telescpio est apontado para um

    estranho buraco na nvoa pesada que envolve o Verme Selvagem. Um buraco por meio do qual possvel observar um mundo diferente daquele que ele conhece.

    Um mundo humano.

    Um mundo onde a jovem Mabel Jones est prestes

    a executar o Ato : uma cutucada solene no nariz de Mabel Jones pelo dedo-cutucador-de-nariz de Mabel

    Jones.

    Ela j comeu? a tripulao pergunta, ansiosa.

    O Ato foi finalizado? Ainda no, rapazes. Ainda no!

    A sorte de Mabel est para ser decidida de acordo

    com o destino final da meleca que se encontra em seu

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 19 3/30/16 3:08 PM

  • 20

    as iMprOvveis aventuras de Mabel JOnes

    dedo neste instante. O dedo que agora pende, meio

    largado, entre a boca e a parede, enquanto Mabel decide

    se vai com-la ou esfreg-la.

    Ela vai comer a meleca?

    Mabel jones 3P miolo 7C.indd 20 3/30/16 3:08 PM