Panorama do AT - Salmos

22
Panorama do AT Salmos

Transcript of Panorama do AT - Salmos

Page 1: Panorama do AT - Salmos

Panorama do ATSalmos

Page 2: Panorama do AT - Salmos

Informações Básicas

Autor: Davi (maioria) e diversos autores Data: 1000 a.C. – 400 a.C. Local: Jerusalém (maioria) Versículo-chave: Sl 150.6 Palavra-chave: Louvor

Page 3: Panorama do AT - Salmos

Informações Básicas Autor: As breves descrições que introduzem os salmos

listam Davi como autor em 73 casos. Dois dos salmos (72 e 127) são atribuídos a Salomão, o filho e sucessor de Davi. Salmo 90 é uma oração atribuída a Moisés. Outro grupo de 12 salmos (50 e 73-83) é atribuído à família de Asafe. Os filhos de Coré escreveram 11 salmos (42, 44-49, 84-85,87-88). Salmo 88 é atribuído a Hemã, enquanto que Salmo 89 é atribuído a Etã, o ezraíta. Com a exceção de Salomão e Moisés, todos esses autores adicionais foram sacerdotes ou levitas responsáveis pelo fornecimento de música para a adoração no santuário durante o reinado de Davi. Cinquenta dos salmos não mencionam qualquer pessoa específica como seu autor.

Page 4: Panorama do AT - Salmos

Informações Básicas Conteúdo: 150 Salmos ricamente diversos que, na

organização em que os temos, serviram de “hinário” ao judaísmo pós-exílio (segundo templo).

Propósito: O Livro dos Salmos é o mais longo livro da Bíblia. É também um dos mais diversos, já que os salmos lidam com temas como Deus e Sua criação, guerra, adoração, sabedoria, o pecado e o mal, julgamento, justiça e a vinda do Messias.

Page 5: Panorama do AT - Salmos

Informações Básicas Ênfases: confiança em Javé e adoração a ele pela sua

bondade; lamentos pela perversidade e pelas injustiças; Javé como rei do universo e das nações; o rei de Israel como o representante de Javé em Israel; Israel (e os israelitas individualmente) como o povo da aliança de Deus; Sião (e o seu templo) como o lugar especial da presença de Javé na terra.

Resumo: O Livro dos Salmos é uma coleção de orações, poemas e hinos que transformam os pensamentos sobre Deus, por parte do adorador, em louvor e adoração. Partes deste livro foram usadas como um hinário nos cultos de adoração do antigo Israel. A herança musical dos salmos é demonstrada pelo seu título. Ele vem de uma palavra grega que significa “uma música cantada com acompanhamento de um instrumento musical”.

Page 6: Panorama do AT - Salmos

Esboço Os Salmos são uma coleção poética, inspiradora.

Muito bem organizada, combina o tema predominante de cada divisão do livro dos salmos com os livros do Pentateuco.

Livro 1 – Sl 1-41 Autoria: Davi (maioria) Tema: Criação (Sl 8) Pentateuco: Gênesis

Page 7: Panorama do AT - Salmos

Esboço Livro 2 – Sl 42-72

Autoria: Salmos 42-50 “dos filhos de Corá” ou “de Asafe”; Salmos 51-70 “de Davi”; concluindo com um “de Salomão” 72.

Tema: Salvação e livramento (Sl 46) Pentateuco: Êxodo

Livro 3 – Sl 73 – 89 Autoria: todos intitulados, em geral “de Asafe” ou “dos

filhos de Corá” Tema: Santificação (Sl 73) Pentateuco: Levítico

Page 8: Panorama do AT - Salmos

Esboço Livro 4 – Sl 90-106

Autoria: a maioria sem título, com exceção dos salmos 101 e 103 “de Davi”

Tema: Fidelidade de Deus (Sl 90) Pentateuco: Números

Livro 5 – Sl 107 – 150 Autoria: a maioria sem título, mas quinze são “de

Davi”, incluindo Salmos 138-145. Tema: A Lei do Senhor (Sl 119) Pentateuco: Deuteronômio

Page 9: Panorama do AT - Salmos

Uma Caminhada Por Salmos Salmos 1-2: Introdução ao saltério Salmos 3-7: Cinco lamentos (apelos por ajuda) Salmo 8: Adoração ao Criador Salmos 9-13: Lamento pelo livramento dos “justos

pobres” Salmo 14: A insensatez da humanidade (Salmo 53) Salmos 15-24: Sobre o acesso ao templo Salmos 25-33: Oração, adoração e confiança no Rei

da Criação Salmos 34-37: Instrução na sabedoria divina e apelo

contra os ímpios

Page 10: Panorama do AT - Salmos

Uma Caminhada Por Salmos Salmos 38-41: Quatro lamentos: oração e confissão

de pecados Salmos 42-45: Três orações e um salmo régio Salmo 46-48: Celebrando Sião Salmos 49-53: Da atitude adequada diante de Deus Salmo 54-59: Seis lamentos: orações por ajuda Salmos 60-64: Cinco orações com temas comuns Salmos 65-68: Louvor aos prodígios e à presença de

Deus Salmos 69-72: Três orações e um salmo régio

Page 11: Panorama do AT - Salmos

Uma Caminhada Por Salmos Salmos 73-83: Sobre rejeição e esperança para Sião Salmos 84-89: Em celebração a Sião, e lamento pelo

seu fim Salmo 90-92: Javé, nossa morada Salmos 93-99: Javé reina, regozije-se o povo Salmo 100-106: Louvor a Javé e esperança de

restauração Salmos 107-109: Louvor a Deus pelo resgate do seu

povo e dois lamentos davídicos Salmos 110-118: O Rei vindouro e salmos festivos Salmos 119: Celebração da Lei, a palavra fiel de Javé

Page 12: Panorama do AT - Salmos

Uma Caminhada Por Salmos Salmos 120-134: Cânticos dos degraus/da

subida/das peregrinações Salmos 135-137: Em resposta às peregrinações Salmo 138-145: A coleção davídica final Salmos 146-150: Aleluia quíntuplo

Salmos em uma sentença: O povo de Israel expressou louvor, gratidão, confissão e adoração a Javé, por meio de suas poesias.

Page 13: Panorama do AT - Salmos

Classificação dos Salmos A classificação detalhada dos salmos é de difícil definição, visto

que são altamente poéticos, e um salmo pode tocar em diferentes temas. Porém podemos sugerir diversas categorias: Salmos teocráticos: 95 a 100. Cânticos de degraus ou de romagem: 120 a 134. Salmos de aleluia: 146 a 150. Salmos acrósticos: 9,10, 25, 34, 37, 111, 112, 119 e 145. Salmos messiânicos: os hinos da vinda do Messias: 2, 8, 16, 22, 45, 72,

89, 110, 118, 132 e outros. Salmos penitenciais: 38,130, e 143. Salmos imprecatórios: 69, 101, 137 e porções dos salmos 35, 55 e 58. Salmos históricos: 78,81, 105 e 106. Salmos de louvor: 8,24,29,33, 47 – 48. Lamentos: 25, 39, 51, 86, 102 e 120.

Page 14: Panorama do AT - Salmos

Destaques Os Salmos são poesias?

Talvez, quando você lê os salmos, não perceba o tom poético ou musical desses textos. Três coisas são fundamentais para defini-los assim.

Figuras de linguagem São expressões e maneiras de usar as palavras fora do sentido natural

e concreto. As figuras de linguagem mais comuns no Antigo Testamento são: Metonímia: substitui uma palavra por outra. Exemplo: Salmo 50.19 – “tua

língua trama”. Quem trama é a pessoa, mas aqui se usa uma parte do corpo para falar da pessoa toda;

Merisma: usa dois opostos para significar o todo. Exemplo: Salmo 139.2 – “Sabes quando me assento e quando me levanto”, ou seja, o tempo todo;

Personificação: atribui atitudes de pessoas ou animais a objetos inanimados, conceitos ou animais. Exemplo: Salmo 96.11 – “ruja o mar” – quem ruge é o leão.

Page 15: Panorama do AT - Salmos

Destaques Paralelismo

É o enunciado de uma verdade em duas sentenças sinônimas, opostas ou complementares. Veja os exemplo: Sinônimas: Salmo 1.5 – o termo “perverso” é sinônimo de

“pecadores”; Opostas: Salmo 1.6 – o salmista opõe o caminho dos ímpios ao dos

justos; Complementares: Salmo 1.4 – a “palha” ilustra a pessoa do ímpio.

Acróstico As linhas ou estrofes do salmo iniciam, cada uma, com letras e

ordem alfabética, segundo o alfabeto hebraico (22 letras). Exemplo: Salmo 119 – vinte e duas estrofes, uma para cada letra do alfabeto, sendo que todas as linhas da estrofe começam com a mesma letra.

Page 16: Panorama do AT - Salmos

Curiosidades Anotações Musicais

Nos salmos, a primeira coisa que vemos antes da mensagem é a anotação musical. Elas são bastante específicas e muito curiosas. Vejamos alguns exemplos:

Sl 4: Ao mestre de canto (regente), com instrumento de cordas

Sl 5: Para flautas Sl 8, 81 e 84: Segundo a melodia “os lagares”. A

orientação aqui é empregar uma melodia conhecida para ensinar verdades novas

Sl 53: Salmo para cítara

Page 17: Panorama do AT - Salmos

Curiosidades Anotações Musicais

Vocais: Em voz de soprano (Sl 46). Na Bíblia há menção de sopranos e

baixos. Litúrgicas:

Cântico para o dia de sábado (Sl 92). Cântico dos degraus, romagem – salmos usados pelos

peregrinos quando subiam a Jerusalém ou para o culto sacrificial (Sl 120-134)

Contextuais: Nos salmos 3, 7, 18, 30, 34, 51, 52, 54, 56, 57, 59, 60, 63,

142, encontramos informações que contam a história de quando o salmo foi composto e cantado.

Page 18: Panorama do AT - Salmos

Prenúncios A provisão de Deus de um Salvador para o Seu povo é

um tema recorrente nos Salmos. Fotos proféticas do Messias são vistas em numerosos salmos. Salmo 2:1-12 retrata o triunfo do Messias e do reino. Salmo 16:8-11 prenuncia Sua morte e ressurreição. Salmo 22 nos mostra o sofrimento do Salvador na cruz e apresenta profecias detalhadas da crucificação, todas as quais foram cumpridas com perfeição. As glórias do Messias e Sua noiva estão em exposição no Salmo 45:6-7, enquanto que Salmos 72:6-17, 89:3-37, 110:1-7 e 132:12-18 apresentam a glória e a universalidade do Seu reinado.

Page 19: Panorama do AT - Salmos

Aplicação Prática

Aprendeu algo sobre louvor? Alvo do louvor: Deus Adorador: O de coração limpo Conteúdo certo: A pessoa e a obra de

Deus Momento de louvar: Todos os momentos

Page 20: Panorama do AT - Salmos

Aplicação Prática Deus é o mesmo Senhor em todos os salmos. No entanto,

respondemos a Ele de formas diferentes, de acordo com as circunstâncias específicas de nossas vidas. Que Deus maravilhoso nós adoramos, o salmista declara, um Deus que vai muito além das nossas experiências humanas, mas também alguém que está perto o suficiente para ser tocado e que caminha ao nosso lado ao longo do caminho da vida.

Nós podemos trazer todos os nossos sentimentos a Deus - não importa se é uma queixa ou apenas pensamentos negativos. Podemos ter certeza de que Ele vai ouvir e entender. O salmista nos ensina que a oração mais profunda de todas é um clamor de socorro quando nos encontramos oprimidos pelos problemas da vida.

Page 21: Panorama do AT - Salmos

Aplicação Pessoal Cada crente tem seu salmo preferido, mas será que

todos já meditaram pra valer no salmo preferido? Vamos a um pequeno roteiro que você poderá aplicar aos salmos: Leia o salmo várias vezes Veja se ele se encaixa em um dos estilos estudados Pesquise sentidos figurados e as figuras de linguagem Faça um resumo do salmo em uma oração Compare com outros textos bíblicos que vier à memória Encontre lições para sua vida no salmo. Use perguntas:

como, quando, por que, como eu aplico para minha vida?

Page 22: Panorama do AT - Salmos

Conclusão

A coleção de salmos, que é a voz do povo de Javé cantando a Ele em louvor e oração, também serve para lembra-lo – e a nós – do papel central da adoração na história bíblica, adoração que se concentra no Deus vivo ao lembrar da sua bondade e amor essenciais e dos seus maravilhosos feitos em favor do seu povo.