20140527_br_metro santos

download 20140527_br_metro santos

of 12

  • date post

    14-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    212
  • download

    0

Embed Size (px)

description

 

Transcript of 20140527_br_metro santos

  • MN: 15CMX: 20C

    www.readmetro.com | leitor.st@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro

    SANTOS Tera-feira, 27 de maio de 2014Edio n 1.065, ano 5

    sunny

    hazy

    snow rain partly sunny

    cloudy sleet thunder part sunny/showers

    showers

    thunder showers

    windy

    J TEM JOGO...VIDEOGAMEDE

    Sob protestos na sada do Rio, Seleo se apresenta na concentrao em Terespolis. Bola mesmo, s na quarta;Marcelo, do Real, chega hoje PG. 12

    Deputada cobra presdio feminino Telma de Souza (PT) quer posio da Defensoria Pblica sobre superlotao da cadeia de Santos PG. 02

    Manifestao para Cnego e Anchieta

    Frana quer ser ponte para Campos

    Grevistas querem receber dias parados. Assembleia decide hoje se greve vai continuar PG. 03

    Capacidade de 60 detentas, mas tem 96 | FRED CASAGRANDE/ METRO SANTOS

    MAURCIO FIDALGO/FUTURA PRESS

    BRUNA PRADO/METRO RIO

    Protesto na sada do Rio

    ...e na chegada concentrao na serra

    Aeroseleo

    pintado por Osgemeos

    WAGNER MEIE

    R/AGIF/FOLHAP

    RESS

    O gamer Tiago Silvaobserva Fred e Neymar

    em Terespolis

    HACKERATACA!

    VINGANA NA INTERNET O QUE MOVE O GAME WATCH DOGS PG. 08

    2014

    ELEIES ELEIES

    Pr-candidato do PSB ao governo de So Paulo, deputado federal falou s rdios Bandeirantes e BandNews PG. 04

    RECICLE A INFO

    RMA

    O: PAS

    SE

    ESTE JO

    RNAL

    PAR

    A OUT

    RO LE

    ITOR

    O Jo

    rnal

    Met

    ro

    impr

    esso

    em

    pap

    el c

    ertif

    icad

    o FS

    C, c

    om g

    aran

    tia

    de m

    anej

    o flo

    rest

    al re

    spon

    sve

    l, pe

    la M

    etro

    md

    ia G

    rfic

    a

  • SANTOS, TERA-FEIRA, 27 DE MAIO DE 2014www.readmetro.com |02| {FOCO}

    O jornal Metro circula em 24 pases e tem alcance dirio superior a 20 milhes de leitores. No Brasil, uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicao e da Metro Internacional. publicado e distribudo gratuitamente de segunda a sexta em So Paulo, Braslia, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos, Campinas e Grande Vitria, somando 510 mil exemplares dirios.

    Editado e distribudo por Metro Jornal S/A. Endereo: rua Jos Caballero, 15, Gonzaga, CEP 11055-300, Santos, SP. Tel.: 013/3345-9000O Jornal Metro impresso na Metromdia Grfica.

    EXPEDIENTEMetro Brasil. Presidente: Cludio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operaes: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo AdamoCoordenador de Redao: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

    Metro Santos. Editor-Executivo: Marcelo Camargo (MTB: 33.618) Editor de Arte: Gustavo Moura. Gerente Comercial: Luciano Pessoa

    A tiragem e distribuio desta edio so auditadas pela BDO.20.000 exemplares

    FALE COM A REDAOleitor.st@metrojornal.com.br013/3345-9000

    COMERCIAL: 013/3285-6993

    A deputada Telma de Souza (PT) que Procuradora Espe-cial da Mulher na Assembleia Legislativa de So Paulo, dis-se ontem que vai cobrar um posicionamento da Defen-soria Pblica a respeito da superlotao da cadeia fe-minina anexa ao 2 Distri-to Policial de Santos, no Ja-baquara. A unidade que tem capacidade para abrigar 60 presas, hoje conta com 96 de-tentas. O que significa 60% a mais que a lotao mxima. No local, as presas convivem diariamente em condies precrias.

    Vamos fazer um ofcio para a Defensoria Pblica pa-ra que faa um levantamen-to da situao das presas que esto h muito tempo aqui pelo menos. Um abaixo assi-nado ser feito pelas presas para pedir a remoo delas enquanto se faz a reformu-lao do 2 DP e cadeia ane-xa. O Estado chegou a dizer que elas seriam transferidas para as penitenciria 1 e 2, na rea Continental de So Vicente, mas mudaram de ideia e colocaram apenas os homens na unidade. Nova-mente criaram um projeto, porm, corre o risco de acon-

    tecer a mesma coisa por falta de um lugar para abrigar es-sas mulheres, disse.

    Segundo as detentas, fal-ta luz por conta da fiao an-tiga que entra em curto cir-cuito com frequncia, gua para as atividades bsicas co-mo beber, tomar banho, cozi-nhar e lavar roupas. Quando chove as celas ficam inunda-das e os insetos tomam con-

    ta do espao. O problema da superlota-

    o se agrava porque na re-gio existem apenas duas cadeias femininas. Uma em Santos e outra em So Vicen-te. Para se ter uma ideia, de um total de 96 detentas, cin-co delas j foram condenadas no regime fechado e uma no semi-aberto. Elas no deve-riam estar na cadeia feminina

    e sim em uma penitenciria. Jocemara Gomes, de 34

    anos, est presa h um ano e um ms por roubo. Ela foi parar na cadeia aps roubar uma de seus clientes quan-do realizada programas em Praia Grande. Ele saiu co-migo, mas no quis me pa-gar. Por isso eu o roubei, dis-se ela.

    Apesar desse tempo to-

    do na cadeia, Jocemara ainda no foi julgada. Eu no te-nho advogado e at hoje nun-ca fui chamada no frum. Meu sonho sair daqui e re-tomar minha vida. No vejo os meus trs filhos h mui-to tempo, apenas a minha me.

    Segundo ela, as condies na unidade so precrias. Quando chove as celas en-chem de gua e no d para dormir no cho. Sem contar as baratas e lacraias. Uma vez uma lacraia entrou no meu ouvido e at hoje eu no es-cuto direito.

    Debora Viviane Feij Fei-tosa, 33 anos, est presa h quatro meses por roubo. Se-gundo ela, alm da falta de hi-giene e condies precrias, o que ela mais sente falta de uma atividade que ocupe o seu tempo ocioso. Eu sinto falta de estudar, de fazer um curso. Eu estudei at o segun-do grau e j tentei ensinar a ler e escrever para outras pre-sas , mas difcil porque no temos recursos para isso.

    Jabaquara. Na unidade, 96 presas dividem espao que deveria ser ocupado por 60 detentas

    Cadeia Feminina de Santos est superlotada

    Presdio no tem previso de incio

    Detenta passa o tempo lendo | FRED CASAGRANDE / METRO SANTOS

    A Secretaria da Administra-o Penitenciria (SAP) afir-mou que est prevista a cons-truo de uma Penitenciria Feminina, com capacidade de 718 vagas no regime fe-chado, 108 no semiaberto, em So Vicente. A unidade est prevista dentro do Plano de Expanso de Unidades Pri-sionais, que j inaugurou 14 presdios e mais 11 esto em construo. Porm, em rela-o data de incio e conclu-so das obras, a SAP apenas respondeu que o decreto de utilidade pblica foi publica-do em junho de 2008 e que a os novos estabelecimen-

    tos femininos da SAP sero os primeiros a ser constru-dos respeitando as particu-laridades e necessidades das mulheres. A unidade ter um setor destinado amamen-tao, j sendo inauguradas com creche, biblioteca, pavi-lho de trabalho, alm de se-tores destinados sade e vi-sita ntima.

    A SAP ainda informou que nenhuma unidade penal de So Vicente possui condio de atender as necessidades bsicas das mulheres presas, pois foi construda com ca-ractersticas exclusivas para abrigar presos do sexo mas-

    culino, razo pela qual em nenhuma oportunidade abri-gou presidirias. Para aten-der o pleito da deputada, a SAP teria que submeter as mulheres presas a situaes desumanas, diz a nota.

    SSPA Secretaria de Segurana Pblica (SSP) disse que est em andamento um processo licitatrio para a reforma da Cadeia Pblica Feminina de Santos. Porm, no informou quando a obra deve ter in-cio e fim. E nem para onde as presas sero transferidas du-rante as obras. METRO SANTOS

    Mulheres dividem espao em nove celas na cadeia feminina de Santos | FRED CASAGRANDE / METRO SANTOS

    ANA PAULA SANTOS METRO SANTOS

    1FOCO

    Dlar + 0,01%

    (R$ 2,22)

    Bovespa + 0,58% (52.933 pts)

    Euro + 0,24%

    (R$ 3,03)

    Selic (11% a.a.)

    Salrio mnimo(R$ 724)

    Cotaes

    Cabo eleitoral

    Ronaldo apoia Acio

    Aps afirmar se sentir envergonhado pelos

    atrasos nas obras da Copa, o campeo mundial em 2002 Ronaldo declarou apoio pblico ao pr-candidato do PSDB,

    Acio Neves. Conheci a presidente Dilma, tenho

    uma tima relao com ela. Mas minha amizade com o Acio tem 15 anos, disse o membro do COL (Comit Organizador Local) da Copa

    ao jornal Valor.

  • SANTOS, TERA-FEIRA, 27 DE MAIO DE 2014www.readmetro.com {FOCO} |03|

    Cerca de 5.000 trabalha-dores que prestam servi-o terceirizado na unidade da Petrobras em Cubato fecharam a rodovia Cne-go Domnico Rangoni, no km 268, por volta das 10h de ontem. Os manifestan-tes interditaram a via por aproximadamente duas ho-ras. O ato tambm prejudi-cou o trfego do sentido So Paulo da Rodovia Anchie-ta. Os profissionais que blo-quearam a estrada esto em greve desde o dia 5 e protes-taram para conseguir garan-tia de que recebero inte-gralmente o pagamento dos dias de paralisao.

    O protesto resultou em congestionamento na C-nego Domnico Rangoni do km 261 ao km 268 no senti-do So Paulo e do km 270 ao km 268 na direo ao Gua-

    ruj. A rodovia Anchieta re-gistrou lentido do km 58 ao km 55, no sentido So Pau-lo. As pistas foram libera-das s 12h. O trfego s foi normalizado totalmente por volta das 14h. Durante o fe-chamento da via, s foi libe-rada a passagem de carros que prestam servio emer-gncial, como ambulncias e viaturas dos Bombeiros e das Polcias Civil e Militar.

    O presidente do Sintra-comos, Maca Marcos Braz de Oliveira, disse que a deci-so de fechar a rodovia no partiu da direo do sindica-to. Os prprios trabalhado-res se articularam e organi-zaram o movimento.

    Abusiva O Sintracomos (Sindicato dos Trabalhadores das In-dstrias da Construo e do

    Mobilirio de Santos) infor-mou que foi fechado acordo com 42 empresas que pres-tam servio na